FANDOM


Mokolé são uma das poucas raças metamórficas que ainda sobrevivem no Mundo das Trevas. Eles são metamorfos lagartos e crocodilianos, descendentes dos Reis Dragões pré-históricos.

Visão GeralEditar

Os Mokolés são a memória de Gaia, e consideram a si mesmos como os guardiões da sabedoria do Sol. Entre os membros desta espécie não existem tribos, eles se reúnem em ninhadas (pequenos clãs de Mokolés e seus Parentes), essas ninhadas preservam a Memória de uma certa área, enquanto alguns andarilhos passeiam entre essas comunidades com objetivo de conectar o que resta da nobre raça dos Mokolé. Essas ninhadas, aglutinam-se formando aquilo que os Mokolé chamam de Riachos - quatro grandes subdivisões que marcam a cultura e a descendência de todos os Mokolé.

Os quatro Riachos são:

  • Gumagan – São Mokolés que derivam de crocodilos de água salgada ou lagartos-monitores. Pertencem ao Fluxo do Fogo, também chamado de "riacho dos precursores". Eles são conhecidos por sua facilidade em acessar a Umbra e a Mnese, a memória ancestral dos Mokolé.
  • Mokolé-mbembe – São Mokolés que descendem de crocodilos do rio Nilo, jacarés americanos ou monstros de Gila. Pertencem ao Fluxo da Terra, também chamado de "riacho dos guerreiros". Eles são famosos por sua bravura e habilidades em combate.
  • Zhong Lung – São Mokolés que descendem de dragões de Komodo, jacarés chineses, crocodilos de água salgada e lagartos asiáticos. Pertencem ao Fluxo da água, também conhecido como o "riacho dos filósofos". Indivíduos deste riacho tendem a se tornar renomados estudiosos e mestres.
  • Makara – São Mokolés que descendem de gaviais e crocodilos indianos. Pertencem ao Fluxo do Ar, também chamado de "Riacho do Povo". Um riacho enormemente versátil, abriga diplomatas, trapaceiros, místicos, juízes e guerreiros.

A nascente da qual os quatro riachos provém não poderia ser outra senão os Reis Dragões do passado. Os Mokolés se lembram do seu reinado que durou 150 milhões de anos, até a Grande Mortandade ou Prodígio da Wyrm que os colocou para dormir a Era do Sono (60 milhões de anos) e acordam quando os humanos estão evoluindo. Na Guerra da Fúria os Garou mataram os Mokolé e essa lembrança vive até hoje.

Apesar do grande insight proporcionado pela Mnese, os Mokolé não tem conhecimento sobre o que ocorreu antes de sua espécie existir na forma dos Reis Dragões. Mokolé veneram o Sol e o chamam de a Face de Deus, são tão ligados ao Sol que alguns Mokolés podem invocá-lo a qualquer momento, clamando por seus raios o Sol pode brilhar a noite..

AspectosEditar

Aspectos são os Augúrios dos Filhos do Sol, são as Estações do Riacho: Augúrio é a época de nascimento do Dragão, que pode ser contada em horas relacionadas ao Sol ou por estações do ano e definem a sua forma de agir.

  • Sol Nascente – Guerreiro – são os nacidos entre o avermelhado do céu e o meio dia.
  • Sol do Meio Dia – Sem Sombra – são os nascidos enquanto o sol está alto no céu – são os juízes que aplicam as leis do Sol e executam a vontade do Coroado.
  • Sol Poente – Guardião – nascidos quando o Sol está se pondo, antes de escurecer – são os guardiões, defendem e curam.
  • Sol Encoberto – Oculto – nascidos quando o Sol está encoberto pelas nuven – são os furtivos, místicos e espiritualistas.
  • Sol da Meia Noite – Iluminado – nascidos quando o céu está escuro – são os trapaceiros, piadistas, artistas, poetas, criadores de mitos, amantes da contradição e humoristas.
  • Sol Ornado – Organizador – nascidos quando o Sol apresenta anéis, raios ou chamas de luz – são os casamenteiros, organizadores e coordenadores.
  • Eclipse do Sol – Coroado – nascidos na eclipse do Sol – são os raros reis, guerreiros, unificadores, loucos e sacerdotes.


RaçasEditar

Mokolés tem apenas duas raças:

  • Hominídeos (Gnose 2);
  • Súquides (Gnose 4);
  • Impuros morrem ao nascer tornando-se fantasmas famintos chamados: Os Inocentes.

FormasEditar

Tem apenas três formas:

  • Hominídea – humano comum;
  • Árquide – forma dos sonhos que lembra um dinossauro ou dragão;
  • Súquide – forma da raça do réptil.

O ouro e a prata são os pontos fracos dos Mokolé, pode ferí-los e até matá-los.

Devido a tudo que aconteceu na Guerra da Fúria nenhum Mokolé confia num lobo, assim como nenhum Garou confia em um dragão, que os lupinos automaticamente tem como Wyrm e precisam fazer um teste de Delírio para não entrar em frenesi raposa (como o véu para os humanos), os Mokolé tem Delírio em sua totalidade e não reduzido, exceção apenas para Despertos e Parentes.

ReferênciasEditar

Livro da Raça Metamórfica Mokolé

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.