FANDOM


Black Wallace é um membro notável da Inquisição do Sabá.

BiografiaEditar

Black Wallace não poderia ter pedido mais de sua vida ou morte. O herdeiro de um condado, ele ganhou sua cadeira na Casa dos Lordes com 28 anos. Muito conhecido por seus excessos, ele freqüentava um bordel que fornecia necessidades notórias e distintas. Há fofocas que seu pai gastou uma grande quantia para calar uma baronesa cuja filha sofreu uma humilhação durante um amasso com Wallace.

A despeito dessas indiscrições, Wallace cresceu com pose aristocrático e aprendeu os conhecimentos do Parlamento. Ele sempre argumentava vigorosamente por seus ideais e ganhou fortes aliados. A Casa dos Lordes o conheceu como um homem determinado e convicto, ao invés do sádico e fanfarrão que ele era na verdade. No começo de 1640, Wallace simpatizou com a cruzada de Oliver Cromwell contra a Igreja Anglicana. Durante a Guerra Civil Inglesa, ele liderou uma das mais terríveis turbas de Cromwell. Normalmente um homem sua posição iria simplesmente orquestrar tais atos de violência...Wallace, contudo, adorou lidera-los.

Cromwell certa vez, disse que Wallace talvez estivesse gostando demais dessas excursões, mas notou também que o apetite do herdeiro não atrapalhava sua habilidade de liderança. Quando a Inglaterra entrou na Guerra dos Trinta Anos contra a Espanha, Wallace imediatamente se envolveu. Sua liderança era superlativa, e ele apto a negociar encargos na Espanha na Paz dos Pirineus. Em 1659, durante uma volta por suas propriedades na Espanha, ele arranjou uma audiência com o mestre da pintura Diego Velásquez. Embora velho, Velásquez pintou um retrato esquisito e inesquecível de Wallace. Quando mostrava esse retrato aos seus associados na corte espanhola, o servo que a segurava deixou cair o quadro, danificando-o. Os anfitriões se desculparam imensamente, mas Wallace tirou proveito disso.

Uma semana depois, ele fez com que o garoto fosse transferido para seu domínio. Naquela noite, Wallace colocou a pintura em seus aposentos. Ele escoltou o assustado rapaz e sorrateiramente tirou uma estaca de madeira do quadro e a enfiou no olho do garoto. Wallace ficou parado se aquecendo por um tempo, simultaneamente consciente de seu poder e capaz de explorar os mais negros desejos de sua alma, quando uma voz saída das sombras falou para ele. Ela era lenta, como a de alguém que chega a uma longa decisão. Sim, sim, eles estão certos, claro. Mas é melhor eu tê-lo agora, do que enfrenta-lo alguma noite como um dos Ventrue de Mithras.

Então, os cantos mais sombrios da sala se fecharam em Wallace. Tentáculos negros o seguraram e suspenderam-no no ar pela garganta. Irritado, desamparado e amedrontado, ele viu quando um homem moreno o libertou das sombras. O homem o estudou por um momento e então lentamente forçou a face de Wallace contra o retrato. “Nos séculos que virão, enquanto você for perdendo a memória de sua face, ira valorizar este retrato acima de tudo, se conseguir sobreviver...”

Se o Abraço de Black Wallace foi indecisivo, se seu potencial tivesse sido questionado pelo Clã, tais preocupações logo teriam se dissipado. Ele apreciou a forma de seu poder vampírico, e logo se juntou a estrutura aristocrática do Clã Lasombra. Mais que tudo, ele apreciou a oportunidade ilícita que ser um membro do Sabbat lhe deu.

Inicialmente, sua baixa posição no Clã o preocupava, mas Wallace não seria nada se não fosse politicamente hábil. Ele logo deduziu que poderia ganhar poder mais rapidamente dentro da seita revelando traições do que lutando contra a Camarilla. Sua chance de provar sua teoria veio mais cedo do que ele pensava, na verdade era por ele ser um novato que a oportunidade veio a ele.

Um estranho se aproximou dele numa noite alguns minutos antes do amanhecer. Ele ordenou que Wallace trouxesse seu Senhor, Lorde Vauxhall, aos estábulos na noite seguinte. O homem contou uma historia de intriga e disse que Lorde Vauxhall o recompensaria imensamente se ele seguisse estas instruções e que certamente o mataria se ele falhasse. Mais importante, o estranho disse para ele não comentar nada sobre este encontro, pois havia espiões em todos os lugares. Então o estranho se foi, deixando Wallace para fugir do sol sem tempo para considerar essa conversa.

O estranho encenou sua parte muito bem, pois qualquer outro novato teria se acovardado e seguido suas instruções como ele havia mandado. Wallace, contudo havia representado mais de uma vez durante sua vida mortal se sabia reconhecer uma cilada quando a visse. Ele correu para seus aposentos e teve tempo de dar um grito antes de cair em seu sono diurno.

Quando o sol se foi na noite seguinte, o estranho emergiu da terra nos estábulos. Imediatamente uma dúzia de carniçais saíram das sombras e o prenderam. Eles o mantiveram assim até que Wallace chegasse, vestido e alimentado. A historia e Wallace haviam se esquecido porque este assassino Gangrel antitribu queria matar Lorde Vauxhall. Era conhecido, contudo que Wallace arrancou segredos dele esfolando-o e deixando com os ossos a mostra, amarrando metros de corda e permitindo que ele se curasse. Então, Wallace colocou cavalos na pontas das cordas e os dirigiu a direções opostas. Após a terceira evisceração, o estranho falou.

Louvado e recompensado por seus atos, Wallace aproveitou o momento para começar uma cruzada contra os inimigos internos. Sendo isso um objetivo verdadeiro, uma oportunidade de ganhar poder político ou somente uma razão para tortura, não se sabe. Cada motivo crescia para alimentar os outros e um século apos seu Abraço, Wallace se tornou um homem movido pelos sentimentos. Ele destruiu os culpados, impuros e traidores. Poucos se atreveram a desafia-lo, e todos aprenderam a teme-lo. Black Wallace se tornou um Inquisidor em 1780, ambos para manter-se focado em seu objetivo e para manter-lo acomodado na companhia dos outros Inquisidores.

Agora conhecido como o mais frio e temido de sua espécie, às vezes ele gasta semanas atrás de seus companheiros para consumar um castigo que eles terminaram cedo demais.

AparênciaEditar

Talvez previsível, Black Wallace tem olhos castanhos escuros, e cabelos negros azeviche. Ele instrui seus carniçais para aparar sua barba e bigode de modo a ficar igual a seu retrato. Seus dentes são um pouco podres para os padrões do século 20, e eles ficam um pouco tortos quando ele mostra suas presas.

Dicas de Interpretação: Você é o pior pesadelo dos infernalistas, e também dos inocentes. Particularmente, você adora torturar os fracos, mas às vezes mostra piedade para com aqueles que compartilham de sua disposição, na esperança de nutrir seus apetites. Mesmo seus companheiros Inquisidores hesita em questionar sua autoridade.

Ficha de PersonagemEditar

Black Wallace
Clã: Lasombra
Senhor: Lorde Vauxhall
Natureza: Sádico
Comportamento: Bom Vivant
Geração: 8ª
Abraço: 1559
Idade Aparente: começo dos 40
Físico: Força 5, Destreza 3, Vigor 5
Social: Carisma 3, Manipulação 4, Aparência 2
Mental: Percepção 5, Inteligência 3, Raciocínio 4
Talentos: Prontidão 3, Esportes 3, Briga 1, Esquiva 1, Interrogação 5, Intimidação 5, Liderança 3, Estilo 2, Subterfúgio 3
Perícias: Ofícios 2, Etiqueta 3, Armas de fogo 3, Cavalgar4, Armas Brancas 4.
Conhecimentos: Acadêmicos 2, Burocracia 2, Investigação 5, Leis 4, Lingüísticas 2, Ocultismo 3, Política 4, Conhecimento do Sabbat 3
Disciplinas: Auspícios 2, Dominação 4, Tenebrosidade 3, Potencia 4, Taumaturgia 4
Trilhas Taumatúrgicas: Manipulação Espiritual 4
Antecedentes: Contatos 5, Influência 6, Recursos 6, Status no Sabbat 5
Virtudes: Consciência 3, Auto-Controle 3, Coragem 3
Moral: Pacto do Acordo Honrado 4
Força de Vontade: 6
Perturbações: Fuga, Histeria

ReferênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.