FANDOM


O Abraço é o ato de transformar um mortal em um vampiro. Ele é a unica forma de reprodução que os Cainitas são capazes. Um vampiro drena e substitui o sangue da vitima por um pouco do seu próprio para passar a maldição do vampirismo para um mortal

Visão GeralEditar

Quando um vampiro deseja uma Criança, devido a solidão, remorso de uma alimentação acidental, uma necessidade de um peão ou por qualquer outra razão, o primeiro passo é drenar todo o sangue do candidato. Qualquer tecnica quer resulte num cadáver sem sangue funciona, mas a maioria dos senhores drena sua futura criança se alimentando dela, tornando o Abraço uma experiencia intima similar ao sexo ou ao parto. Uma vez que o candidato esteja seco, o senhor lhe dá uma pequena quantidade de seu próprio sangue, e isso instantaneamente transforma o candidato em uma nova criança da noite. O momento do renascimento talvez seja o maior prazer que a criança já sentiu, talvez igualado apenas ao verdadeiro estase que ele ou ela irá sentir com o Beijo.

A primeira reação da maioria das crianças após o Abraço é uma fome brutal. Com menos de um ponto de sangue disponível e nenhuma experiencia em lidar com uma Besta completamente enraivecida, a criança provavelmente entrará em um Frenesi de fome a primeira visão de sangue. Para a maioria dos vampiros, isso significa que o Abraço é seguido imediatamente por um momento de degradação. Após esse ponto, a criança irá experimentar horas de sensações de queimação dolorosas, conforme seu corpo passa pelo processo da morte e se livra do que é desnecessário.

Após o Abraço, o neófito pode passar diversos dias até que o impacto total de sua maldição seja aparente. As preferencias Ventrue levam várias semanas para serem definidas, e a mudança dos Nosferatu pode levar até um mês enquanto o corpo se re-forma para aceitar a maldição.

Origens Editar

O Abraço foi moldado pelo processo emEntrevista com o Vampiro de Anne Rice. a mitologia tradicional dos vampiros lista uma variedade de processos pelo qual alguém pode se tornar um vampiro.

RestriçõesEditar

Dado a um histórico de jogadores criativos, as regras para Abraçar ( ou mais especificamente, não Abraçar) tem sido bem definida em Vampiro: A Máscara; todas essas regras também podem ser aplicadas ao Vampiro: O Réquiem.

  • Animais não podem ser Abraçados.
  • Vitae deve fluir diretamente do senhor para a criança. Não pode ser colocada num receptáculo intermediário ou atrasada de nenhuma outra forma, porque suas propriedades sobrenaturais decaem rapidamente após deixar o corpo do vampiro. (Uma unica exceção conhecida foi Cappadocius, embora ele possa ter usado alguma forma de ritual mágico para preparar a vitae.)
  • O Abraço é instantâneo, exceto no caso dos vampiros de Sangue Fraco, quando ele pode levar várias horas.
  • Qualquer atividade de drene completamente um cadáver é aceitável; drenar não causa o Abraço, a vitae faz isso.
  • Mulheres gravidas geralmente abortam quando Abraçadas, embora um feto vampiro é um cenário aceitável ( e nojento).
  • Embora dois vampiros possam teoricamente alimentar um candidato ao Abraço com vitae, o vampiro resultante geralmente terá tanto o clã quanto geração como se o pai com geração mais baixa tivesse realizado o Abraço sozinho.

Abraçando um MagoEditar

Uma das leis inquebráveis da feitiçaria é que vampiros não podem praticar magia Desperta. o Abraço ou destrói a alma iluminada de um mago ou a expulsa para sua próxima reencarnação. Em qualquer um dos casos, a experiencia é tão traumática que o magi emergem da transformação danificados. Alguns tem uma força de vontade tão grande que imediatamente vomitam o sangue de seu senhor e morrem imediatamente. Os menos resolutos normalmente entram na não-vida insanos.

Ainda assim o seu conhecimento ocultista permanece. Antigos feiticeiros irão aprender disciplinas mais rápido que os outros vampiros. Para refletir isso no sistema, calcule o valor total de experiencia dos poderes perdidos do magus. Ele recebe a metade desse total pra gastar em Necromancia, Taumaturgia, e outras formas de magia do sangue.

Isso pode explicar porque feiticeiros como os Tremere desenvolveram tão rapidamente uma feitiçaria poderosa o bastante para influenciar o status quo.

Diferenças entre a Máscara e o Réquiem Editar

Uma criança recém Abraçada em Vampiro: A Máscara está uma Geração mais alto que seu senhor, e frquentemente é ou do mesmo clã ou Caitiff. Abraçar é fácil em VAM, e os Abraços em massa são usados pelo Sabá e ocasionalmente por outros clãs (mais notadamente os Ravnos) por razões estratégicas.

Em Vampiro: O Réquiem uma criança recem Abraçada começa com uma Potencia de Sangue de um e pertence ao Clã de seu senhor, mas não pode se unir a uma linhagem imediatamente. o Abraço em VOR custaum ponto permanente de força de vontade, tornando o Abraço em massa impossivel.

Veja também Editar

Referencias Editar